NBW 125 – Mala do Geddel, Delação JBS e possíveis candidatos em 2018 06/09/2017

Amigos do NBW, que ano! Que mês! Que semana! Que dia! Que hora! Que minuto! Que país é esse, Brasil? Na edição dessa semana falamos muito sobre a corrupção no Brasil, sobre a delação da JBS, os 51 milhões do Geddel e também traçamos um panorama nome a nome dos possíveis candidatos para a presidência dessa república (que sofre como nunca) em 2018.

Siga a gente no twitter.com/podcastnbw e facebook.com/podcastnbw

E o nosso e-mail para contatos é: contato@podcastnbw.com

Faça parte do nosso grupo de discussões políticas no Facebook

Temos também uma playlist no Spotify

BAIXE E OUÇA AQUI

 

Indicações da semana:

Ulisses Neto

Teerã, Ramalá e Doha – Memórias da Política Externa Ativa e Altiva

Boys n the Hood

André Pontes

Mamilos 118 – Autismo

The Mist

Barata

Ear Hustle – The Boom Boom Room

Música da semana

Lauryn Hill – Ex-Factor

 

  • laurentiis

    Caras, o podcast de vcs é duca!!
    Vcs dizem pra não nos pautarmos em suas disgreções, mas eu me pauto sim! =)
    Acho vcs uns puta caras inteligentes e q dificilmente emitem opiniões erraticas, quer dizer, muito de vez em qdo.
    Acho q, sempre mais pessoas devem ter acesso à este podcast, pq é de primordial importancia pras pessoas q não têm tempo pra ler ou até mesmo ver telejormais.
    Parabéns, meus caros!

  • Highlander

    Muito bom o programa, como sempre! Muito obrigado por compartilhar conosco o bate-papo de boteco de vocês.

    Pra deixar aqui uma pequena contribuição, vou explicar melhor o que acontece quando apagamos algo em qualquer dispositivo digital. Vocês já sabem, mas acho que cabe formalizar melhor. Quando apagamos um arquivo o aparelho não apaga realmente, apenas sinaliza que aquele espaço que estava sendo ocupado pelo arquivo agora é um espaço livre. Então o arquivo continua lá até que o sistema grave algo por cima. E quando algo novo vai ser gravado nesse dispositivo ele será gravado em um espaço livre, que pode ser ou não aquele espaço que estava sendo ocupado pelo arquivo que foi apagado. E a gente não tem como saber, entre todo o espaço livre disponível, onde exatamente o sistema vai gravar o arquivo. Por isso quando apagamos um arquivo quanto mais tempo passa mais provável fica que o sistema já tenha gravado alguma outra coisa por cima, mas nunca é certeza. Pra termos certeza mesmo que um arquivo que foi apagado deixou de existir, temos que ocupar todo o espaço disponível, garantindo assim que o arquivo realmente não existe mais, pois se não há mais espaço disponível com certeza algo foi gravado por cima dele.